Veja como cuidar da saúde de corpo e mente na reta final

Veja como cuidar da saúde de corpo e mente na reta final

Na reta final, aposte em uma leitura mais leve, de conteúdos menos cansativos
Na reta final, aposte em uma leitura mais leve, de conteúdos menos cansativos
Após meses de estudo intenso, a principal preocupação do jovem na reta final para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deve ser a saúde. Para ser bem-sucedido nas provas dos dias 4 e 11 de novembro, é fundamental cuidar do corpo, da mente e da alimentação.

Saiba mais: site de saúde

O primeiro cuidado é relativo ao sono, especialmente porque o horário de verão tem início exatamente no primeiro dia do exame. Para o clínico da Unimed-BH Valério Trindade, a alteração pode provocar um desconforto físico e psicológico, pois o ato de acordar uma hora mais cedo tende a causar alterações no sono, dificuldade para dormir à noite, dificuldade de concentração, alteração no apetite, dores de cabeça, entre outros sintomas.

Por isso, a dica é se preparar para o horário de verão. “Dias antes da prova, tente ir para cama de 10 a 15 minutos mais cedo para ir se preparando para o horário de verão”, explica.

Alimentação

Para não sentir nenhum conforto estomacal durante o prova, a coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Promove, Natália Teixeira, aconselha o candidato a apostar em alimentos mais leves que já façam parte da rotina. No dia da prova, vale a pena investir em um café da manhã consistente, com café, suco, frutas, leite e pão, por exemplo.

“No domingo, é comum algumas pessoas comerem alimentos que sobraram do dia anterior, como pizza. Não recomendo fazer isso no dia do Enem, pois o estudante pode se sentir mal com alimentos gordurosos e condimentados”, afirma a nutricionista.

Para o almoço, ela recomenda uma refeição completa, equilibrada e com alimentos que dão sensação de saciedade. “Pode ser arroz, feijão, carne e salada. Se comer só salada, terá fome mais rapidamente. É bom o prato ter alguma proteína e um cereal integral”, aconselha.

Leve um lanche à prova, mas evite alimentos que estragam facilmente com o calor, como a maionese. O chocolate é bem-vindo, mas é melhor escolher aqueles que possuem mais cacau e com menor teor de açúcar.

“Evite alimentos muito doces ou muito salgados. Eles vão provocar maior sede, a pessoa vai beber mais água e ficar com mais vontade de ir ao banheiro, atrapalhando o rendimento na prova”, explica Natália, lembrando que a água é o melhor líquido para manter o candidato hidratado durante a prova.

Corpo relaxado

Para José Eustáquio Simões, coordenador do curso Pré-Enem do Grupo Promove, o estudante deve se preocupar em manter mente e corpo mais relaxados na reta final. Vale a pena revezar os momentos de revisão (apostando em conteúdos menos pesados e cansativos) com momentos de lazer em casa.

Para quem costuma ir à academia, a dica é reduzir o ritmo dos exercícios até o dia 11 de novembro. “Com o exercício físico, o corpo produz substâncias químicas que podem atrapalhar o rendimento na reta final. Não é para deixar de fazer exercício, mas é importante diminuir a intensidade”, diz o professor.

Para Simões, a caminhada é o melhor exercício neste momento. “Além de trabalhar o corpo, a caminhada é boa para a mente, pois você pensa em vários assuntos enquanto caminha”, explica o professor, acrescentando que meditação, ioga e outras estratégias de relaxamento podem ajudar na concentração.

Leave a Reply